Início » A concorrência vem aí para a B3? Vereadores aprovam proposta de incentivo Bolsa no RJ

A concorrência vem aí para a B3? Vereadores aprovam proposta de incentivo Bolsa no RJ

por João P. Silva
 A concorrência vem aí para a B3?  Vereadores aprovam proposta de incentivo Bolsa no RJ

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou nesta terça-feira um projeto de lei que cria incentivos e abre espaço para a instalação de uma bolsa de valores na cidade.

A cidade do Rio foi sede da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro (BVRJ) de 1820 a 2002, quando foi descontinuada, sendo incorporada pela Bolsa de Valores de São Paulo, atualmente uma B3 (B3SA3).

“Isso é de um impacto incrível para a cidade, vai nos permitir restaurar o nosso protagonismo econômico”, camemorou o prefeito da cidade, Eduardo Paes (PSD), na plataforma X.

Continua depois da publicidade

Baixe uma lista de 10 ações Small Caps que, na opinião de especialistas, têm potencial de valorização para os próximos mesesauxilia uma lição gratuita

O PL 3276/2024, validado por 37 votos a 5, prevê redução do Imposto Sobre Serviços (ISS) para 2%, dos atuais 5%, para ativos de bolsa.

“(É)um marco histórico e fundamental para o Rio retomar sua valimento no mercado de capitais brasílico”, disse o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico do Rio, Chicão Bulhões, à Reuters.

Continua depois da publicidade

“Criamos incentivos para ter cá mais uma Bolsa de Valores, que aumente a concorrência e a competitividade, além de mais uma opção para investimentos e empresas”, acrescentou.

O projeto deve concorrer com a B3, sediada em São Paulo, e a Câmara Municipal do Rio sugere que a cidade pode lucrar uma novidade bolsa já em 2025.

Segundo Bulhões, resta unicamente a liberação do Banco Mediano e da Percentagem de Valores Imobiliários (CVM), órgão regulador do mercado de capitais com sede no Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade

“A expectativa é que isso possa ocorrer no final desse ano ou no início do ano que vem”, disse.

A empresa ATG desenvolve projeto para instalação de bolsa de valores na cidade

Questionado se outros incentivos podem ser objetos no horizonte para que empresas listem papel em uma bolsa no Rio, o secretário afirmou que podem ter estímulos, mas não detalhadamente.

Continua depois da publicidade

“Primeiro passo é termos uma novidade bolsa. Isso naturalmente envolve novos atores econômicos e desenhos para o mercado brasílico.”

É o setor financeiro e o quarto maior tributário de capital entre 2021 e 2023, representando 9% de toda a receita, com muro de 1,5 bilhão de reais, segundo a Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento do Rio de Janeiro.



Fonte

Related Posts

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade e Cookies