Início » China coloca à prova Apple e Tesla. Uma solução? Mais descontos – Money Times

China coloca à prova Apple e Tesla. Uma solução? Mais descontos – Money Times

por João P. Silva
apple e tesla enfrentam dificuldades na china

Apple oferece descontos em seus produtos porquê forma de driblar cenários negativos na China (Imagem: Reuters/Oferecido Ruvic/Ilustração)

Ó Ano Novo Lunar, Perídio na China quando se comemora o prêmio de um novo ano, oferece mais surpresas para a população. Isso porque a Apple irá liberar descontos em seus produtos, inclusive nos celulares, para contornar um cenário difícil no país. A Tesla, de Elon Musk, também chega com a mesma proposta.

No país, essas empresas enfrentam um período extremamente turbulento. Uma solução encontrada para tentar manter sua posição no país é oferecer descontos competitivos, para que a população opte por marcas estrangeiras em vez de nacionais, porquê Huawei e BYD.

É estrategista técnico-chefe da JonesTrading, Mike O’Rourkecheugo afirme em nota aos clientes que “Apple e Tesla continuam a ser bombardeadas diariamente por manchetes negativas sobre os seus negócios fundamentais. Embora isso quase não chame muita atenção, não ajuda o vestimenta de serem também as duas mais empresas expostas à China”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apple luta para se manter no mercado chinês

A empresa de Tim Cook tem lutado para combater dois grandes rivais na China: a Huawei.

Os conflitos geopolíticos influenciam a atuação da empresa no mercado asiático. Por conta do esforço entre os Estados Unidos e a China, os países tentam restringir os acessos de seu envolvente às tecnologias estrangeiras.

Isso faz com que, no caso dos Estados Unidos, os funcionários sejam desaconselhados a utilizar tecnologias da Huawei. No caso da China, o mesmo ocorre, mas com relação à Apple.

Coligado a isso, chegam dois pontos internos: a China enfrenta um período de flação e seus consumidores procuram produtos locais.

Ao mesmo tempo em que os chineses cortam seus gastos, as vendas da Apple caem no país. Em 2023, as vendas totais de smartphones reduziram murado de 3%.

A Apple também nota esse movimento. Em novembro, ela relatou que suas vendas no gigante asiático caíram 2,5%, uma redezão que continuou separada no último trimestre do ano.

Internacionalmente, a procura pela gigante Huawei também está a crescer. Ó Companheiro 60novo celular da empresa, é um bom rival aos celulares lançados pela Apple.

A empresa americana procura trazer mais descontos para os clientes. Entre quinta-feira (18) e domingo (21), ela vai reduzir o preço de alguns dos últimos iPhones em US$ 70, ou R$ 340.

Além desses produtos, o MacBook Air, alguns modelos de iPad e AirPods também oferecem descontos.

Tesla é superado pela BYD

Posteriormente perder no número de vendas no quarto semestre de 2023 para a BYD, a trabalhador chinesa Tesla também tenta oferecer mais descontos em seus modelos.

No país, o preço dos veículos porquê o Protótipo 3 e duas variações do Protótipo Y também autoriza cortes. As vendas da Tesla na China ocorrem maiores em procura do Model Y.

A empresa de Elon Musk também anunciou uma turnê pela China para apresentar seu novo padrão de picape: o Caminhão cibernético.

Apesar da novidade, Musk afirmou um usuário da rede social X, idoso Twitter, que será difícil fazer com que o Cybertruck e as ruas chinesas, sem explicar os motivos para isso.

As ações da empresa norte-americana continuam caindo desde o preço de 2024. Hoje, as ações da Tesla (TSLA34) estão em baixa de 3,03%.



Fonte

Related Posts

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade e Cookies