Início » Cielo recebe aval para transpor da Bolsa; porquê ficam os acionistas?

Cielo recebe aval para transpor da Bolsa; porquê ficam os acionistas?

por João P. Silva
 Cielo recebe aval para sair da Bolsa;  como ficam os acionistas?

A Percentagem de Valores Mobiliários (CVM) aprovou o registro da oferta pública de compra (OPA) da Cielo (CIEL3) e, desta forma, deu sinal verdejante para a compra de capital da empresa. O que isso significa e porquê ficam os acionistas da companhia?

Uma compra é realizada quando uma sociedade por ações decide largar suas ações. Na prática, trata-se da venda de papéis de sócios minoritários para os acionistas que detêm as maiores participações, ou para um grupo controlador.

Veja também:

Continua depois da publicidade

No caso da Cielo, a definição do preço inicial da oferta para os menores foi fixada em R$ 5,60, mas o CDI foi revisto até o final da operação. Hoje, as ações da empresa são negociadas a R$ 5,70 na Bolsa.

Diante desses valores, vale a pena manter a ação na carteira até a deslistagem da Cielo? Especialistas ouvidos pelo InfoMoney responda a esta e as outras questões operacionais.

Por que as empresas optam pela OPA?

As razões que levam uma empresa a fechar o seu capital podem ser diversas. Normalmente, as situações em que oporaem OPAs estão relacionadas a alguns dos aspectos a seguir:

Continua depois da publicidade

O investidor é obrigado a vender suas ações?

O investidor não é obrigado a vender suas ações, afirma Luís Nuin, exegeta de investimentos. O profissional pondera que, porquê grande maioria dos acionistas vai participar da OPA, é desconfortável que todos os detentores de ações também o façam.

“As ações (que não foram vendidas) passariam a ser negociadas com baixíssima ou até nenhuma liquidez”, alerta. “Por essa razão, é altamente recomendável que a totalidade dos investidos participe da OPA”, observa.

Investir antes da Opção pode ser uma oportunidade?

Em relatório recente, Fabiano Vaz, da Nord Investimentos, sugere cautela nesse tipo de operação – inclusive para quem já tem papel da empresa na carteira.

Continua depois da publicidade

“A OPA deve ser finalizada em meados de agosto”, lembra. “Sendo assim, sugerimos que as posições em Cielo sejam desmontadas de forma gradual e próximas ao valor oferecido de R$ 5,60”, recomenda.

Eduardo Nishio, exegeta da Genial Investimentos, vai na mesma traço. “Entendem-se que é mais vantajoso e menos volátil alocar em instrumentos de renda fixa CDI+”, sugerido em relatório sobre a empresa.

Meu preço médio é maior do que o valor da Opa, e agora?

“Se seu preço médio é superior ao valor que foi oferecido, infelizmente, não há muito o que foi feito”, lamenta Nuin. “Uma vez que dito supra, suas ações não serão mais negociadas e, portanto, o acionista com preço médio superior à OPA irá amargar o preconceito”, reforça.

Continua depois da publicidade

Quais são os próximos passos da operação?

Em seguida o aval da CVM, os controladores da Cielo terão 10 dias para entregar os documentos operacionais, conforme cronograma traçado pela Genial Investimentos:

  • 5 de fevereiro – OPA é proposta por Bradesco, BB e Elopar
  • 2 de abril – Reunião para deliberação sobre novo laudo é suspenso
  • 23 de abril – Reunião é retomada, novo laudo é rejeitado e processo segue
  • Término de junho/início de julo* – CVM tem 60 dias para estudo da proposta
  • Julho* – Controladores têm 10 dias para entrega de documentos em seguida estudo
  • Término de julho/meados de agosto* – Realização de leilão (que deverá ser convocado com 30 dias de antecedência).

*dados estimados pela Genial de negócio com os preços previstos na regulamentação da CVM

A opção perante a OPA da Cielo foi acertada?

Para Nuin, a Cielo “nadou de braçada” por alguns anos com puca concorrência e sem a presença de novas tecnologias. No entanto, o setor de atuação da companhia mudou demais nos últimos anos e derubou a cotação da empresa – que cheugo a valer R$ 30 por ação em meados de 2015.

Continua depois da publicidade

“As interrupções de preço resumem um pouco a trajetória da empresa nos últimos 15 anos em que esteve listada”, reflete o profissional em investimentos. “Com o capital fechado, a Cielo deixa de ter pressão dos investidores por rentabilidade e pode ter tempo para mudar seus rumores”, finaliza.



Fonte

Related Posts

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade e Cookies