Início » Importação de soja do Brasil pela China cresce 29% em 2023, reduzindo participação dos EUA – Money Times

Importação de soja do Brasil pela China cresce 29% em 2023, reduzindo participação dos EUA – Money Times

por João P. Silva
soja-grãos

Soja: Totalidade de embarques do Brasil para a China foi de 69,95 milhões de toneladas no ano pretérito (Imagem: Pixabay/Nennieinszweidrei)

As importações de soja do Brasil pela China em 2023 aumentaram 29% em relação ao ano anterior, segundo dados da alfândega chinesa divulgados no sábado, ampliando o domínio do produtor sul-americano no maior mercado de soja do mundo e reduzindo a participação de mercado dos EUA.

O totalidade de embarques do Brasil para a China foi de 69,95 milhões de toneladas no ano pretérito, segundo dados da Governo Universal de Alfândega da China.

A participação de mercado do Brasil cresceu para 70%, enquanto a participação dos EUA diminuiu para 24%, de congraçamento com cálculos da Reuters com base nos dados.

Em dezembro, as chegadas de soja do Brasil foram 94% maiores do que no ano anterior, com 4,98 milhões de toneladas, enquanto as chegadas dos Estados Unidos foram 31% menores, com 3,85 milhões de toneladas.

Espera-se que as exportações da Argentina, o terceiro maior produtor, aumentem em 2024, em meio às previsões de recuperação de sua safra de soja depois a seca, o que poderia trazer mais concorrência para a soja dos EUA.



Fonte

Related Posts

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade e Cookies