Início » O Brasil tem mais milionários que a Noruega – número deve aumentar 22% em 4 anos

O Brasil tem mais milionários que a Noruega – número deve aumentar 22% em 4 anos

por João P. Silva
O Brasil tem mais milionários que a Noruega – número deve aumentar 22% em 4 anos

Número de milionários em dólares no Brasil deve crescer 22% até 2028, passando dos 380.585 milénio para 463.797 milénio, segundo relatório Relatório de Riqueza Global 2024, divulgado pelo UBS Group AG nesta quarta-feira (10).

Uma estratégia mais inteligente para buscar ganhos consistentes no longo prazo, mesmo sendo um investidor iniciante, segundo a técnico em investimentos Clara Sodré

Hoje, o Brasil é o 15º país com mais pessoas e com mais de US$ 1 milhão em ativos, adiante de países uma vez que México, Noruega e Portugal. Ele estudou em 56 países.

Continua depois da publicidade

“O desempenho universal positivo dos mercados financeiros em grandes partes do mundo nos últimos anos é a razão pela qual milhões de dólares foram observados na nossa modelo de mercados”, disse ele no relatório.

Riqueza em reais

A riqueza média por adulto do Brasil, em moeda sítio, cresceu 375% desde a crise financeira de 2008, ainda segundo o levantamento. O Brasil está logo detrás da Turquia (1.708%), Cazaquistão (1.431%) e Rússia (608%). O percentual de prolongamento no país é mais do que o duplo dele visto no México (150%).

No entanto, o país tem a terceira maior taxa de indualidade na distribuição desse moeda. Essa métrica é levantada por meio do “índice de Gini”, instrumento para medir o proporção de concentração de renda em determinado grupo.

Continua depois da publicidade

Quando a leitura é zero, isso significa que todos têm exatamente a mesma riqueza. Por outro lado, quanto mais próximo de 100, maior a disparidade. O número do Brasil é 81 (antes de 70 em 2008).

“Numa sociedade onde ao longo de uma dezena a riqueza por pessoa duplica para algumas pessoas, triplica para outras e ainda quadruplica para outros, a diseligado aumenta acentuadamente”, diz o relatório.

Padrão financeiro global

Apesar das diferenças, as pessoas estão melhor do que antes em relação ao padrão financeiro. A razão, segundo o estudo, é que o número de adultos com menos de US$ 10 milhões cairá de 75% em 2000 para 40% em 2023.

Continua depois da publicidade

“A maioria dessas pessoas se mudou para a segunda fita consideravelmente mais larga, situada entre US$ 10 milénio e US$ 100 milénio, que mais que duplicou”, segundo o relato.

Aliás, uma quantidade de milionários (em dólares) no planeta vai continuar o ritmo de prolongamento. Até 2028, o número de adultos com riqueza superior a US$ 1 milhão vai subir em 52 dos 56 mercados analisados, prevê o levantamento.



Fonte

Related Posts

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade e Cookies