Início » Recuperação judicial da Gol mostra que pandemia ainda persegue companhias aéreas

Recuperação judicial da Gol mostra que pandemia ainda persegue companhias aéreas

por João P. Silva
Recuperação judicial da Gol mostra que pandemia ainda persegue companhias aéreas

A aprovação da recuperação judicial da Gol nos Estados Unidos – denominada “Capítulo 11” – é o incidente mais recente de uma série de fracassos para as companhias aéreas latino-americanas, mostrando que a indústria ainda está lutando com o impacto financeiro persistente da pandemia, mesmo anos depois o filme da crise sanitária.

A Gol afirma que planeja continuar operando integralmente pelo processo do RJ, que inclui a reesturação dos dutês de pequeno prazo, uma vez que a renegociação de contratos com arrendadores. Uma empresa afirmou que sairá do processo com uma estrutura de capital “correta”. A S&P rebaixou avaliação da Gol de CCC para Padrão depois o pedido de recuperação judicial.

A aérea, que detém um terço da participação no mercado doméstico do Brasil, tem lutado para restabelecer sua posição financeira desde que a pandemia de covid-19 paralisou o turismo e forçou as empresas a estacionarem suas frotas, o que gerou um dispêndio estimado em US$ 21 bilhões.

A Gol entrou com pedido de proteção contra falência nos EUA mais cedo do que o planejado, depois que a notícia sobre o pedido de insolvência vazou para a mídia, disse uma advoga da companhia aérea em uma audiência por vídeo na sexta-feira. Para evitar que os credores tomem medidas que possam perturbar seus ativos, a governo procura proteção judicial em Novidade York.

Três grandes companhias aéreas da região – Avianca, Latam Airlines e Grupo Aeromexico – pediram RJ em 2020, em processos que se arrastaram por anos. Nos três anos seguintes, companhias aéreas menores, uma vez que a mexicana Interjet e a colombiana Viva Air, encerraram suas operações.

“A volatilidade do setor se intensifica no Brasil devido à exposição aos custos em dólares, na América Latina uma vez que um todo tende a tolerar mais em um envolvente de inflação e impostos elevados, impactando a receita disponível na demanda por voos”, disse Carolina Chimenti • comentador de crédito da Moody’s Investor Service. “As companhias aéreas da região devem ser mais conservadoras com o seu capital.”

Avião da Gol: empresa manterá atividades entevanto renegociação dutês (Divulgação)

Ele exigiu que os voos se recuperassem em grande secção dos níveis anteriores à pandemia em toda a América Latina, mas a Gol nunca seguiu se a livraria da ressaca financeira. Ao contrário de seus homólogos norte-americanos e europeus, a Gol e seus pares brasileiros não receberam resgates. Só mais recentemente o governo brasílio começou a considerar os empréstimos uma vez que secção de um projecto para pacificar a pressão financeira nas companhias aéreas locais.

US$ 4,2 bilhões

A pressão aumenta Gol a realizar mais de 10 processos de gestão de passivos ou aumentos de capital desde o início de 2020. Ela disse que seu dutê consolidado em 31 de dezembro era de murado de US$ 4,2 bilhõesincluindo obrigações de locação.

A suspensão temporária das aeronaves Boeing 737 Max 8 e as rígidas condições de crédito global estiveram entre uma série de fatores que levaram à enunciação de falência, segundo o diretor de restruturação da Gol, Joseph Bliley. Mas o maior problema foi o impacto financeiro eterno da pandemia. No auge da emergência, a Gol operava menos de 50 voos diários, uma redução de 90% em relação ao seu horário habitual.

“Um componente mais significativo dos choques econômicos que resultaram na atual crise de liquidez dos devedores foi a pandemia da covid-19”, escreveu ele em transmitido no tribunal de Novidade York.

O declínio da Gol também mostra uma bifurcação no setor aério latino-americano desde a pandemia. Avianca, Latam e Aeromexico apresentaram números financeiros fortes e conquistaram investidores desde que saíram do processo do RJ. Os títulos do trio tiveram ganhos médios de 21% no ano pretérito, os dois com melhor desempenho em dívida corporativa da região neste período, segundo dados compilados pela Bloomberg.

O presidente-executivo da Gol, Celso Ferrer, disse na quinta-feira que espera que o processo seja mais pequeno do que foi para seus pares, já que não há mais restrições relacionadas à pandemia e a demanda voltou.

Quatro companhias aéreas que entraram em encomendas do Capítulo 11 na América Latina estão “em grande secção relacionadas com a pandemia de covid-19 e com a enorme perturbação que causou o setor”, disse Amalia Bulacios, diretora da S&P Global Ratings. “Isso não fala de riscos de previsões para a indústria”, acrescentou ela, observando que estas companhias aéreas ajudaram a operar normalmente ententeug reestruturaram as suas duttuaram, e nenhuma delas foi liquidada.

A última reesturação poderá furar caminho para uma potencial asseveração, dizem alguns.

Se a obtenção da Gol pela rival Azul SA seguida de parceria com a Abra – controladora da Gol e da colombiana Avianca, formada em 2022 na tentativa de melhorar custos – poderia ser “uma proposta intrigante”, segundo Savanthi Syth, comentador da Raimundo James. “Devido à menor sobreposição de redes, pensamos que tal obtenção poderia passar pelo escrutínio regulatório.”

Um representante da Azul não quis comentar, enquanto o Grupo Abra não respondeu imediatamente.

© 2024 Bloomberg LP

Quer permanecer por dentro das principais notícias que movimentam o mundo dos negócios? Cadastre-se para receber novos alertas do InfoMoney Business por e-mail.



Fonte

Related Posts

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade e Cookies